29/04/2015 11h20 - Atualizado em 29/04/2015 11h20

O CRIME

O CRIME

O crime – uma conhecida patologia social – põe o delinquente com foco na atualidade. O psicopata tem sido o ser com características do futuro imediato. O futuro bem mais remoto mostra-nos a silhueta de um delinquente, embutido no qual está o psicopata. Ou – como mostra a psiquiatria forense – um psicopata no qual habita um delinquente. É por isso que cabe a pergunta, que muitos se fazem e que habita o inconsciente coletivo: a principal função da prisão é reformar quem vai preso ou proteger quem continua solto? Castum agere –  palavras latinas – geram, em português, o verbo castigar. Que significa tornar puro, purificar, melhorar o ser. Numa palavra: reformá-lo para que retorne à sociedade.

O aumento dos casos de neurose, que evoluem para psicose – perturbações que acabam produzindo, no ser humano, uma moléstia que o torna um psicopata – indica que é preciso também proteger a sociedade. E, não raro, até com prioridade quando o cotejo é com o infrator que precisa ser reformado, recuperado para poder retornar ao convívio social. A agressividade de determinados marginais posta ao lado da frieza  de outros – doentia, na verdade –  mostra que, se não se pode dizer com precisão que a sociedade está doente, pode-se – com certeza – afirmar que muita gente está tendo acelerado o desabrochamento da tendência à delinquência através da evolução de pendores psicopatas. Talvez tudo devesse começar a ter investigação no quantum do hormônio masculino – a testosterona – presente, ainda que em pequena quantidade, também nas mulheres. É muita violência, produto da metamorfose da coragem em valentia. Que é a sua acentuada degeneração. 

 

 

Vicente Golfeto

"Vida, Viver é expressar todos os dias um sorriso de calma. É se apresentar nesse pequenino palco que é a terra. É buscar do público fiel (sua alma) aplausos por estar vivo. Atue com perseverança, se arrisque, ame, viva, pois somos o produto de nossas ações e de nosso comportamento". 

Vicente Golfeto - Professor, Comentarista econômico do telejornal da TV Clube (Rede Bandeirantes), Diretor do Instituto de Economia da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto, Colunista do Portal Vaievemdavida  e Jornal A Cidade.
* As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Portal de Notícias www.vaievemdavida.com.br.

 

Voltar para o topo
COMPARTILHE ESTE TEXTO Facebook Twitter