09/05/2016 09h07 - Atualizado em 09/05/2016 09h47

Aeroviários fazem operação-padrão no Salgado Filho, em Porto Alegre

Trabalhadores que atuam no raio-X reclamam de atraso no pagamento. Operação-padrão chegou a provocar filas, mas situação foi normalizada

Aeroviários fazem operação-padrão no Salgado Filho, em Porto Alegre
Aeroviários reclamam de atraso no pagamento de salário (Foto: RBS TV/ Reprodução)
Créditos: Matéria G1

Cerca de 120 funcionários da empresa Air Special, responsável pela operação das máquinas de raio-X operados na área de embarque do Aeroporto Salgado Filho, realizam uma operação-padrão desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (9).

A operação-padrão é um procedimento no qual todas as pessoas que passam pelo setor de embarque são submetidas a uma verificação criteriosa, uma por vez, provocando lentidão no atendimento.

Conforme o Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre, os trabalhadores não recebem o dissídio da categoria firmado em dezembro de 2015, além dos salários que não foram pagos na última terça-feira (3). Ainda de acordo a representação dos trabalhadores, ele têm recebido apenas parte do vale alimentação.

Por conta disso foi determinada a realização da operação-padrão. No entanto, só foram registrada filas por volta das 6h. Conforme o sindicato, a partir das 11h deve ter início uma paralisação total das atividades no raio-x do embarque.

Conforme o sindicato, a Air Special é uma empresa terceirizada contratada pela Infraero. O sindicato pede uma reunião com a participação da estatal para negociar os valores atrasados.

G1 tentou contato com representantes da Air Special, mas ninguém foi encontrado para comentar o caso.

 

Voltar para o topo
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA Facebook Twitter