18/09/2018 22h02 - Atualizado em 11/01/2019 22h09

Aprendizado em música desenvolve a inclusão social em escola de São Joaquim da Barra

Alunos da sala especial da Escola Estadual Professor Creso Antônio Filleti fazem parte do núcleo 2 de formação da Alma

Aprendizado em música desenvolve a inclusão social em escola de São Joaquim da Barra
ALMA - Núcleo 2
Créditos: Marcela Borges

Alunos da sala especial da Escola Estadual Professor Creso Antônio Filleti estão inseridos no projeto de formação do Núcleo 2 da Alma, matriculados nos cursos de flauta e clarinete, oferecidos pelos professores Paula Naime e Igor Picchi, que realizam procedimentos didáticos visando a inserção e desenvolvimento dos alunos.

De acordo com a presidente da Alma, Dulce Neves, a Academia abre espaço para que seus alunos, no núcleo 2, desenvolvam habilidades artísticas com professores renomados da região de Ribeirão Preto. “Temos avançado muito no projeto de formação em São Joaquim da Barra e Guará, patrocinado integralmente pela Usina Alta Mogiana, e muito do sucesso se dá pela escolha assertiva dos professores, preparados para atender as especificidades de aprendizado de cada aluno”, afirma Dulce.

 

As escolas atendidas pelo núcleo 2 da Alma, a Sylvio Torquato Junqueira e Creso Antônio Filleti, Prof., em São Joaquim da Barra e Adelaide Garnica em Guará possuem cerca de 200 crianças matriculadas em cursos gratuitos de canto coral, violoncelo, violino, flauta e clarinete, com relatos de melhoria da condição de alunos nas matérias da grade curricular.

“O projeto propõe a formação de crianças na música, mas também cumpre uma função complementar à formação escolar, principalmente na disciplina de língua portuguesa, com estímulo à escrita, na transcrição de conteúdos abordados nos cursos oferecidos”, explica Lucas Galon, diretor pedagógico da Alma.

As atividades da Academia Livre de Música e Artes no Núcleo 2 são mantidas pelo Programa Nacional de Apoio à Cultura – Pronac, do Ministério da Cultura/Governo Federal, com patrocínios da Usina Alta Mogiana.

 

Voltar para o topo
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA Facebook Twitter