02/05/2016 11h19 - Atualizado em 02/05/2016 11h19

Conheça cinco lugares grátis para visitar em viagem a Jerusalém

Moradores e turistas podem ver pontos pouco explorados da Cidade Santa. Moinho, mercado, universidade e parque estão entre as opções sugeridas

Conheça cinco lugares grátis para visitar em viagem a Jerusalém
Muro das Lamentações e Mesquita de Omar, com a cúpula de ouro, são vistos acima (Foto: Ariel Schalit/AP)
Créditos: Matéria G1

Jerusalém pode ser uma opção de viagem para quem quiser conhecer a Cidade Santa dos judeus, muçulmanos e cristãos sem pagar nada. A dica, nesta véspera de Natal, vale tanto para turistas quanto para moradores, que podem visitar pontos ainda pouco explorados e fugir do óbvio – tudo sem pôr a mão no bolso.

O Moinho de Montefiore, no bairro judeu de Mishkenot Sha'ananim, é uma das opções de passeio grátis. A construção de 1860, feita pelo britânico Sir Moshe Montefiore, fica na primeira região residencial erguida fora dos muros da Cidade Velha.

Moinho de Montefiore em Jerusalém (Foto: Ariel Schalit/AP)Moinho de Montefiore fica no 1º bairro judeu construído fora dos muros da Cidade Velha (Foto: Ariel Schalit/AP)

Outro ponto turístico "na faixa" que vale a pena ver em Jerusalém é o mercado ao ar livre Mahane Yehuda, bastante popular entre os habitantes locais e viajantes. São centenas de bancas em que se vendem vegetais, sementes, carnes, queijos, vinhos, castanhas, doces, especiarias, roupas e artesanato, entre outros produtos.

Mercado Mahane Yehuda Jerusalém (Foto: Ariel Schalit/AP)Mercado Mahane Yehuda reúne centenas de bancas que vendem de comida a roupas (Foto: Ariel Schalit/AP)

Para os fãs de arquitetura, uma dica é conferir o prédio da universidade mórmon Brigham Young, no Monte Scopus, a mais de 800 metros acima do nível do mar.

universidade mórmon Brigham Young em Jerusalém (Foto: Ariel Schalit/AP)Universidade mórmon atrai fãs de arquitetura e é opção grátis para ver em Jerusalém (Foto: Ariel Schalit/AP)

Já quem aprecia o contato com a natureza não pode deixar de ir ao parque Ein Mabua, no deserto da Judeia, entre Jerusalém e a cidade de Jericó – localizada às margens do Rio Jordão, a menos de 30 km da maior cidade de Israel.

Parque Ein Mabua Jerusalém (Foto: Ariel Schalit/AP)Parque Ein Mabua fica no deserto da Judeia, entre Jerusalém e a cidade de Jericó (Foto: Ariel Schalit/AP)

E, como não poderia faltar, a viagem também precisa incluir o tradicional Muro das Lamentações e a cúpula de ouro da Mesquita de Omar, conhecida como Domo da Rocha. O edifício do século 7 é um dos lugares mais sagrados dos muçulmanos e um dos pontos emblemáticos de Jerusalém.

Voltar para o topo
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA Facebook Twitter