11/05/2016 10h39 - Atualizado em 11/05/2016 10h39

Demian demonstra insatisfação por lutar no card preliminar: "Não entendo"

Após fazer card principal do UFC 194, meio-médio reclama de ser retirado no UFC 198 depois da entrada de Cris Cyborg no evento: "Até então eu estava no pôster"

Demian demonstra insatisfação por lutar no card preliminar: "Não entendo"
Demian Maia está presente no UFC 198, em Curitiba (Foto: Evelyn Rodrigues)
Créditos: SPORTV

Não é de hoje que o estilo discreto deu lugar para algumas declarações mais contundentes na imprensa. Demian Maia não tem hesitado na hora de demonstrar suas insatisfações ultimamente. Inicialmente escalado para o card principal do UFC 198, neste sábado, quando enfrentará Matt Brown, chegando até mesmo a fazer parte do pôster, o meio-médio acabou sendo relegado ao card preliminar após a entrada de Cris Cyborg no evento e não gostou. Ele lembrou que, em dezembro, quando bateu Gunnar Nelson, esteve no card principal do UFC 194.

- Lógico que queria lutar no card principal. Até então eu estava no pôster, antes da entrada da Cris (Cyborg). Sinceramente, eu não entendo o porquê. Acabei de lutar no card principal do maior evento do ano passado, um dos maiores de todos os tempos. Mas é o que falei, estou preocupado com o que posso controlar. O que posso controlar é lutar da melhor maneira, então tenho que chegar lá e lutar da melhor maneira e vencer. O resto, onde eu vou lutar, isso não vai fazer diferença. Eu sei que se lutar bem e ganhar vou ter a chance pelo cinturão - afirmou.

Por outro lado, ele exaltou o fato de atuar na Arena da Baixada, diante de 45 mil torcedores, no evento de Curitiba.

- Lutar em Curitiba é excelente. Pensando agora, tento não me influenciar muito por isso, de 45 mil pessoas e não sei o quê. Mas depois que passar tudo isso, daqui a alguns anos, vai ser uma coisa histórica e que vou ter muito orgulho de ter participado.

Demian Maia x Gunnar Nelson; UFC 194 (Foto: AP)Demian Maia vem de vitória sobre Gunnar Nelson no UFC 194 (Foto: AP)

De olho em uma disputa de cinturão, Demian, atual sexto colocado da divisão até 77kg e vindo de quatro triunfos dominantes consecutivos, planeja enfrentar o campeão caso bata Brown e acredita que, caso o vencedor de Rory MacDonald x Stephen Thompson - números 1 e 2 da categoria, respectivamente - consiga o direito de lutar pelo título, estará furando a fila.

- Espero que isso não aconteça. Poder furar a fila, sempre pode, mas espero que não. Espero que não aconteça isso. Mas é como eu disse e vou repetir: primeiro tem que ver quem vai ganhar deles e quem vai ganhar na minha luta contra o Matt Brown para a gente ter um panorama melhor do que vai acontecer - analisou.

Demian ainda elogiou o jogo de Matt Brown, especialmente a defesa de quedas do americano, que deve procurar manter o confronto em pé para usar o muay thai, que é a sua especialidade, contra o brasileiro faixa-preta de jiu-jítsu.

- Como sempre é um camp muito parecido com os anteriores. Teve algumas características diferentes por ser um lutador diferente, mas nenhuma grande novidade com relação ao camp. Acho que, com relação à parte de chão, não muda muito. Com relação a distância, a encurtamento de distância ou se manter em distância, é isso que muda de um para o outro, mas isso é estratégia específica que a gente não pode falar. Ele tem uma boa defesa de queda. Andei assistindo a algumas lutas dele e não é a toa que ele vem botando esse muay thai dele e impondo essa luta, porque ele tem uma boa defesa de queda. Mas acredito que o meu jogo de queda está muito afiado e que vou botar ele para baixo - finalizou.

Banner notícia UFC 198 (Foto: Combate)Assine o Combate e assista a todos os eventos do UFC ao vivo e com exclusividade

 

Voltar para o topo
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA Facebook Twitter