09/05/2016 09h39 - Atualizado em 09/05/2016 09h41

Lucro da Caixa Econômica recua para R$ 838 milhões no 1º trimestre

No mesmo período do ano passado, lucro havia chegado a R$ 1,5 bilhão. Inadimplência recuou; reserva contra calotes também caiu

Lucro da Caixa Econômica recua para R$ 838 milhões no 1º trimestre
Lucro da Caixa recua em relação ao mesmo período de 2015. (Foto: Jonathan Lins/G1)
Créditos: Matéria G1

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira que teve lucro líquido de R$ 838 milhões no primeiro trimestre, uma queda de 45,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Já na comparação com os três últimos meses de 2015, o lucro aumentou 31,7%, de acordo com o balanço do banco.

O índice de inadimplência registrou leve queda e ficou em 3,51%. As despesas com provisão para crédito de liquidação duvidosa (proteção contra calote) recuaram 24,2% em 12 meses e 3,6% em relação ao trimestre anterior, totalizando R$ 3,8 bilhões.

A carteira de crédito ampla cresceu 9,2% em 12 meses e 0,7% no trimestre. O saldo alcançou R$ 684,2 bilhões. Segundo a Caixa, o crédito habitacional segue em destaque, com ampliação de 9,8% sobre o primeiro trimestre de 2015 e de 1,2% sobre os três meses anteriores. A carteira de financiamento imobiliário alcançou saldo de R$ 388,9 bilhões.

O resultado operacional, que mede o desempenho recorrente do banco, teve queda ainda maior, de 52,2% na comparação anual, para R$ 385 milhões.

Ao final do primeiro trimestre de 2016, o banco possuía mais de R$ 2,1 trilhões em ativos administrados, aumento de 12,6% em 12 meses e 2,8% no trimestre.

As captações totais da Caixa cresceram 8,2% em 12 meses e atingiram saldo de R$ 921,1 bilhões no primeiro trimestre de 2016.

 

Voltar para o topo
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA Facebook Twitter