19/09/2013 09h41 - Atualizado em 20/09/2013 15h03

A matemática por traz do Marketing Viral

Sim, existe um "mistério" por traz do marketing viral. Militares dos Estados Unidos tentam resolver esse problema

A matemática por traz do Marketing Viral
Reprodução
Créditos: Divulgação

Os virais ganham vida ao infectar alguns indivíduos em específico. Em seguida, se espalham pela rede. Mas como e por qual motivo isso acontece é tema de muitos estudos. O que se sabia até agora era que os fatores principais são o ritmo em que as pessoas se tornam infectadas e a "conexão" da rede com a semente do grupo que se infecta primeiro

É essa semente que fascina a todos. Os cientistas do West Point Network Science Center na Academia Militar dos EUA resolveram, então, encontrar a semente desses grupos nas redes sociais. Os pesquisadores descobriram uma forma de identificar a semente de um grupo que, quando infectada, pode transmitir a mensagem pela rede inteira. E dizem que isso pode ser feito de forma rápida e fácil com um algoritmo, mesmo em grandes redes.

O método é baseado na ideia de que um indivíduo eventualmente irá receber uma mensagem se uma parte de seus amigos já tiver recebido. Esta proporção é uma entrada crítica e crucial na abordagem dos virais.

Ao saber disso, os cientistas criaram um algoritmo para examinar as redes em busca das pessoas com a quantidade certa de amigos. Excluíram as pequenas quantias e os excessos. Ao fim do processo, sobrou apenas a semente do grupo. As mensagens enviadas a cada um dos membros deste grupo podem e devem se difundir pela rede.

Os testes foram feitos em um grande número de redes para ver o quão bem funcionava, como Flickr, FourSquare, Frienster, Last.FM, Digg, Yelp, YouTube, entre outras. E o algoritmo funciona bem. Agora, provavelmente os cientistas vão procurar um meio de fazer o algoritmo atender a demanda dos comerciantes que desejam fazer um viral.

 

Fonte: Revista Info

Voltar para o topo
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA Facebook Twitter