06/06/2016 14h02 - Atualizado em 06/06/2016 15h30

Musculação deixa forte, mas não é a melhor alternativa para corrida veloz

Os treinos longos e os de velocidade, quando aliados, são os principais fatores para produzir mudanças necessárias a uma corrida mais rápida, explica o educador físico

Musculação deixa forte, mas não é a melhor alternativa para corrida veloz
Para correr em velocidade é preciso alternar treinos longos com os mais rápidos, diz educador físico (Foto: Getty Images)
Créditos: Matéria Globoesporte.com/EuAtleta

O cenário da corrida de rua nas principais cidades do país proporciona espaço para todo mundo. Você não precisa encarar, de fato, uma maratona para se considerar um corredor. Com uma corrida de 5km você já sente o gosto do desafio e colhe diversos benefícios desse esporte, como a melhora na disposição, no sono, no humor a até na prevenção de doenças, por exemplo. Confira, portanto, três dicas para mandar bem nas suas provas e treinos:

 
A musculação vai me deixar mais veloz?
É provável que as corridas longas e os treinos de velocidade sejam as melhores alternativas para produzir as mudanças necessárias para uma corrida mais rápida. Dito isso, a musculação pode ajudar na construção de um corpo mais forte. E, para alguns resultados, você precisará de anos de treino contínuo sem se machucar. Entretanto, é importante verificar se você tem tempo para malhar e se tem tempo para descansar disso. Não se sobrecarregue colocando atividades demais na semana, isso pode deixá-lo menos veloz.

Adote a viseira
Use viseiras e deixe o boné em casa. A cabeça dissipa aproximadamente 30% do calor que produzimos; se estiver coberta, pode prejudicar bastante a sua capacidade de se refrescar durante a corrida.


Posso competir toda hora?
Talvez isso não seja uma boa ideia, principalmente se você for um iniciante. Muitas provas em pouco tempo podem gerar um desgaste desnecessário. Mesmo que você encare a experiência como um treino, a tendência é que você acelere mais do que o programado. Varie as distâncias dos objetivos e procure programar seus treinos e provas mais longas para o período do inverno (fugir de treinos muito longos no calor do verão talvez prolongue a sua carreira por alguns anos). Treine em busca de dois ou três excelentes resultados por ano, e de preferência, em distância diferentes.

*As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com

EuAtleta Gustavo Luz Treinamento Especialista (Foto: EuAtleta)

 

 

 

GUSTAVO LUZ
É educador físico formado pela Estácio de Sá, treinador de corrida e triatlo desde 2006 e praticante há quase 18 anos. Diretor técnico da G-LUZ Top Team, vive atento a tudo que se refere à fisiologia do exercício. Também fala com conhecimento empírico de quem está sempre frequentando as competições.

 

Voltar para o topo
COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA Facebook Twitter